Desrespeito no trânsito, passou hoje no SPTV

dia 9/05/2011 no SPTV

O Jornal SPTV foi as ruas de São Paulo, e na pesquisa comprovou o desrespeito ao pedestre.Mesmo contendo faixas de pedestres, o cidadão não consegue atravessar as ruas.

Uma observação é que não é necessário ter semáforo para o pedestre passar nas faixas pela CET, e não é problema do pedestre se é uma pista de velocidade moderada, pois pela CET o veículo deve reduzir a velocidade e deixar que o pedestre passe.

Este elevado, além de servir como faixa de pedestres, será também a faixa onde cadeirantes possam passar de uma guia a outra sem sair do nível de altura da guia

Os carros da CET também não cumprem o que deve ser feito, as vezes ficando em cima da faixa e não multam os infratores.

Em cidades como Brasília houve uma educação, tanto do pedestre e o automotivo, para tentar resolver este problema que tira vidas desnecessariamente.Durante um período, fluiu bem, os carros e automotivos reduziam a velocidade quando um pedestre dizia que iria atravessar, isso sem necessitar de faixas e placas e placas dizendo PARE.

Uma coisa que acontece com frequencia nas cidades de grande fluxo de automotivos é a pouca calçada, estreita e guias baixas, que propiciam o atropelamento de pedestres.Uma outra condição é quem usa carro, tem hora, sai de um ponto ao outro estressado, convive com engarrafamentos muitos normais em São Paulo e quem sempre sai perdendo é o pedestre, pois os automotivos ficam sobre a faixa  excluindo o cidadão de atravessar a rua.

Fazer uma conscientização é até interessante, mas em São Paulo, digo que já deveria ter feito a muito tempo. Só de pensar em quantas vidas de pedestres já perdemos por negligência do dirigente do carro, desde 1980, seria conter ou mostrar o que cada um deve fazer quando atravessar uma rua.

Em São Paulo(capital) 89% de paulistanos estão agindo contra a lei dos direitos humanos, contra a CET, contra quaisquer departamentos que fale sobre o transito, quer seja pedestre, automotivo ou até ciclista.

Casos maiores estão nos carros que além de passar sinal vermelho, parar em cima de faixa de pedestres, parar e estacionar carros onde não é permitido(estreitando a rua e causando o fluxo pior) ainda fazem questão de não darem sinalização de quando vão virar(seta) causando enormes prejuízos àquele que pensa que pode atravessar como pedestre… Isso acontece com ciclistas também que são surpreendidos por um carro, ou quaisquer tipos de automóveis, causando assim o acidente.

Motocicletas não respeitam o irmão da bike, fazem zigue zague entre os pedestres, na faixa, até com o pedestre.

O pedestre porém deve aprender ao item: Apenas atravesse de um lado para o outro da pista na faixa de pedestres. Parece ser difícil para o pedestre entender que não interessa a pressa dele, mas sim a vida dele e de outros. Em casos que já vi, o pedestre com pressa atravessa onde não é permitido, e causa a morte de um motorista mais um pedestre por desviar dele… Como será que está a cabeça desse pedestre ao saber que ele foi a causa dessas mortes, sendo que a faixa estava 50m dele?

A CET vai ter que instruir seus “profissionais” para não agir incorretamente, para depois educar o trânsito… Assim disse  o órgão da CET que dará educação a todos os usuários de trânsito(tardia, mas é melhor do que nunca) e depois se não atendidos, dentro da lei, será aplicado 7(SETE) pontos na carteira. Veja que tudo estará valendo, seta, não ficar em cima de faixa de pedestres, parar quando o pedestre esteja passando, dar preferência ao ciclista e ao pedestre.

Mesmo assim São Paulo, a maior cidade, com o maior PIB do País, ainda tem problemas com a ascessibilidade, com pedestres e com ciclistas… Sem contar com carroceiros, carroças que ainda circulam nas ruas.

Anúncios

Sobre saxmozartfaggi

Ciclista desde 1974, por gostar de ser ciclista, mas em minha cidade não era difícil percorrer 10 a 15km com montanhas que são predominantes, mas o único impecílio era a irresponsabilidade dos motoristas. Dá para se ir ao seu emprego de bike, basta apenas ter um pouquinho de tempo a mais e uma roupa para trocar. Muitos já trocaram o carro pela bike, por ser econômica, gasósa e academia, e por as vezes, serem melhores para estacionar e ir de um ponto a outro... isso é fato. Demoro 25min para chegar ao centro de SBC, mas depois que lá estou, qualquer caminho para mim é mais rápido do que um carro, menos perigoso que uma moto, isso é fato!
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s