Trânsito em São Paulo

Uma das melhore discussões  sobre nossas condições  no trânsito, em especial dizendo os benefícios para a cidade de São Bernardo do Campo- SP, mas vale para todo o território.

Falando em comunidade antiga e séria, no orkut,  sobre os problemas de São Bernardo do Campo, Thiago Teixeira, botou os pingos nos “is”

Espero que o que os Governos Federais , Estaduais e Municipais, leiam  o que já em 3 anos, já chegando no 4 e e ultimo da gestão, façam alguma coisa.

Vamos falar sobre transporte, então:

O Péssimo Governo Kassab na Capital, pela primeira vez em MUITOS anos, CONTRIBUIU financeiramente com a expansão do metrô, enquanto o governo do PT não contribuiu nem com dez reais para o plano de expansão, sendo que o único município beneficiado diretamente com o metrô é a própria Capital, que abriga toda a malha do Estado. Ao invés disso, a Marta Suplicy na época ACABOU com a grande maioria das linhas de tróleibus da capital (sistema limpo, economiza combustível fóssil, é mais silencioso), fez corredores de ônibus que precisaram ser reformados logo após o fim de seu mandato (vide Corredor Rebouças, um caos!), entre outras coisas.

O Governo do Estado, querendo ou não, pegou toda a malha ferroviária suburbana sucateada dos tempos da CBTU Federal, e criou a CPTM em 1994. Quem andava de trem anos atrás lembra das tragédias que aconteciam em Santo André, S.Caetano, Mauá e em todo o ABC por conta do sucateamento e da superlotação.

Hoje a CPTM ainda tem um sistema que deixa a desejar, mas que já é ANOS-LUZ mais eficiente do que era antigamente. Os trens são mais conservados, a grande maioria das estações foi reformada, existem muitos trens novos, e muito investimento foi e está sendo feito, a olhos vistos.

O Metrô então, nem se fala! Saiu de um período de DÉCADAS de estagnação ou de expansões mínimas no Governo Quércia/Fleury e começou a ser expandido novamente nos governos do PSDB. A Linha Verde que ía da Ana Rosa a Clínicas hoje vai da Vila Prudente a Vila Madalena, e ainda está sendo prolongada até a Cid.Tiradentes com o monotrilho. A Azul, ía do Jabaquara a Santana, e hoje vai até o Tucuruvi. A Linha 5 nem existia, a 4 também não. O PSDB DOBROU a malha metroviária de SP!

Se vocês falarem que o PSDB foi mal na educação, concordo plenamente! Vai mal desde o Covas aliás, mas no transporte o PSDB está indo muito bem! Basta dizer que NUNCA os trens e metrô receberam tanta grana como estão recebendo agora!

E em SBC, cadê o metrô que o prefeito prometeu?

O Transporte em S.Bernardo é péssimo! Já foi bem pior, principalmente nos tempos do Demarchi, mas veio melhorando até estagnar de vez nos últimos dois governos. As linhas são concentradas de uma forma absurda, todas passam pelos mesmos lugares, linhas bairro a bairro sem passar pelo centro são poucas, e tem pouca regularidade, os ônibus maiores foram substituídos pelos micro-ônibus em muitas linhas, e andam sempre abarrotados. Enquanto em Diadema protestam contra o fim da integração gratuita, em São Bernardo nós nunca nem tivemos! Os espaços ociosos dos Terminais São Bernardo e Ferrazópolis foram concebidos pra isso, e nunca foram usados para isso!

São Bernardo não tem UM terminal de ônibus sequer! Corredor de ônibus aqui? Só se for piada! Nós sofremos há anos contra um cartel que domina todo o transporte municipal e intermunicipal da cidade, pois TODAS as empresas (incluindo os tróleibus, Riacho Grande, Triângulo, Imigrantes, Expresso SBC, Viação ABC, Trans Bus…) estão nas mãos de apenas DOIS proprietários!

Aliás, são esses dois proprietários que impedem a EMTU de reformar o sistema em nossa região por meio de liminares na justiça! TODO o transporte intermunicipal da Grande SP já foi reformulado, menos o de nossa região, por conta das liminares desses dois proprietários. É SÓ PESQUISAR NA INTERNET PRA VER!

Essa comunidade não vai pra frente porque as críticas aqui são sempre panfletárias e polarizadas entre bonecos do PT e maníacos do PSDB. Cadê a crítica construtiva, apartidária? São Bernardo NUNCA teve um transporte coletivo decente! Nosso Transporte coletivo é de longe o pior das três cidades do ABC!

E o nosso trânsito então?

Político é tudo igual! Essa administração é igual as outras! Passou o mandato inteiro dormindo e agora inaugura e faz obras em toque de caixa visando a eleição. Dib, Maurício, Marinho, Demarchi, tudo farinha do mesmo saco! Em algumas coisas uns foram melhores, e outros foram piores, e alguns não conseguem ser bons em nada!

Thiago faz observações após  outras perguntas, O Metrô não sai e nem vai sair por um motivo: disputa partidária.
A Disputa entre dois partidos só faz a nossa cidade, o nosso Estado e o nosso país regredirem. Não adianta contar com a boa vontade da Dilma para com o nosso Município sem poder contar com a boa vontade do Estado, que detém o controle das coisas que mais nos beneficiam diretamente: educação, saúde e transporte.

Sobre o “nosso metrô”, podem me dar pedrada, mas prefiro que não saia se for da maneira que estão dizendo que será. Vejam, o “metrô” (não é metrô) que pretendem construir em São Bernardo, é o tal “metrô leve”, transporte de no máximo MÉDIA capacidade. Essa linha deverá ligar o Alvarenga (bairro mais populoso da cidade, se não me engano) ao Metrô Tamanduateí, passando pelo Centro, Rudge Ramos, partes de Santo André e outras localidades. Claro, é tudo baseado em um estudo chamado “Pesquisa Origem-Destino”, que pergunta as pessoas sobre o trajeto que elas costumam fazer, e de acordo com a pesquisa, um transporte de média capacidade “daria conta”. Porém, e ele sempre existe, um novo modal de transporte gera NOVAS demandas de deslocamento! Esse metrô leve já nascerá saturado e lotado, basta conhecer São Bernardo pra saber!

Além disso, o projeto será feito por meio de pilastras sobre as vias, será um grande elevado atravessando São Bernardo. Não quero fazer julgamentos, mas deixo pro pessoal analisar: vocês conhecem alguma via ou sistema de transporte elevado no país que traga algum benefício para o entorno? Eu não conheço!

Basta ver o que o Minhocão fez com o Centro de São Paulo, o que o “Expresso Tiradentes” ou “Fura Fila” fez com a já horrorosa Avenida do Estado. O que um elevado destes faria com a Avenida Brigadeiro Faria Lima, que já não anda essas coisas?

Sinceramente acho que o metrô subterrâneo pode sim ser construído em SBC, e só não é por uma questão: custo. É caro pra caramba, e não vão gastar isso em uma cidade da Região Metropolitana!

Sistemas de metrô muito mais complexos já foram construídos, o que prova a capacidade de se fazer algo do tipo em QUALQUER terreno. Vide o Rio de Janeiro: cidade com o solo arenoso e encharcado, ela tem um metrô subterrâneo. São Bernardo também pode ter um, bem feito, que trouxesse benefícios para o Centro da cidade e para os bairros servidos por ele, mas para isso nós precisamos de uma coisa, e essa é difícil: projeto a longo prazo, que passa por uma coisa complicada chamada continuidade, e que desemboca em outra mais complexa ainda, que em resumo podemos definir como ‘governar pensando na população, e não nas próximas eleições, nas suas bancadas na câmara, e na sua sucessão’.

O Problema não é de engenharia, é político! Parte tanto do tucanato quando do petismo, e essa polarização política só nos faz mal!

Thiago continua falando em resposta a um membro da comunidade, O Governo do Estado CONSTRUIU poucos km de via férrea, porém, depende do que você entende por via férrea, afinal, Metrô é via férrea, metrô é trem, só se chama “metrô” por uma questão de conveniência política diante da população, que associava o termo “trem” a péssimos serviços.

Se você for falar de via férrea no senso comum, a região metropolitana tem cerca de 260km de vias férreas em operação. A Maior parte delas foi construída entre mais de 100~50 anos. A questão não é a CONSTRUÇÃO nesse caso, e sim o APROVEITAMENTO dela. Ela foi sendo sucateada desde os anos 50~60 até os anos 90 do século passado. Você gostando ou não, de 94, ano em que a CPTM passou a operar de fato as linhas ferroviárias da RMSP, a qualidade deu um salto positivo que qualquer um nota!

Não é difícil perceber! Nos anos 90, eram comuns as notícias sobre depredações, atos de vandalismo e protestos por conta dos serviços prestados. Você vê algo do tipo hoje em dia? Gente morrendo por estar viajando SOBRE os trens, era mato! Ali em Sto.André, Mauá, isso acontecia SEMPRE! Os Trens viajavam com as portas abertas, eram velhos (a maioria dos anos 50~70), eram um perigo para o usuario.

São Paulo ganhou MUITOS trens novos, reforma de outros MUITOS (inclusive visitei duas oficinas da CPTM em 2006, onde estavam sendo reformados alguns deles, e tenho fotos disso), reforma de estações, melhoria na frequência dos trens… Nesse caso, vejo uma MELHORA ABSURDA em termos de qualidade! Não estamos 100% ainda, mas estamos no rumo certo, e estou certo disso.

Sobre os novos trens, estão sendo fabricados ou montados por duas empresas, a CAF e a Alstom. Dá uma pesquisada sobre o tema no “pai Google” que você vai ver muita coisa sendo feita por essas duas empresas, sob encomenda do GESP.

Vale ter memória, sempre! Aproveite e dê uma pesquisada sobre os serviços da CPTM antes e agora.

E não vale responder dizendo que eu sou “do PSDB”, isso não cola! Voto em candidato, não em partido.

Quando vê que há um partidário ao extremo ou que só mostram as coisas ruins do outro partido ele da a resposta: Pelo visto o seu negócio é defender o PT, já vi que nutre uma predileção por um partido específico, o que não é nada salutar para a nossa discussão!
Mas seguiremos em frente: 22h30 é considerado horário de vale, ou seja, não é um horário de pico em lugar nenhum do BRASIL e do MUNDO, e os trens obviamente vão demorar mais. Gostaria que o Senhor (pode me chamar de Thiago, por favor!) pudesse ter acesso a imagens de como eram esses mesmos locais há 15 anos atrás para poder conferir. É sabido que ninguém consegue transformar um transporte totalmente sucateado por 40 ou 50 anos de descaso em 15 anos, mas a evolução tem sido enorme!

Sobre as estações citadas, se visitar o site da CPTM verá que todas elas estão sendo reformadas dentro de um cronograma, não estão sendo reformadas todas de uma vez. Da mesma maneira que me pede para visitar essas estações (que conheço “in loco”), peço para que visite as estações da linha da Marginal Pinheiros (todas já foram reformadas e a linha foi inclusive ampliada até o Grajaú, e será ampliada até Varginha) ou as estações de Osasco, Barueri, Jandira, e Itapevi, que acabaram de passar por reformas. No ABC também teremos a reforma ou reconstrução de estações da linha que serve a nossa região.

Sobre os trens espanhóis, foram reformados em 2006. Contam com ar condicionado, são silenciosos (mais silenciosos do que o metrô, inclusive), não vejo motivos para reclamação! Lotado? Tudo é lotado! Vivemos em uma região metropolitana de 22 milhões de habitantes! Já viu como colocam as pessoas pra dentro dos trens do metrô de Tóquio? Com uma espécie de rodo? É um mal das grandes cidades, pode ser amenizado, mas só será resolvido se a cidade for adensada, o que passa por um processo complicadissimo, que pode durar várias décadas, afinal, o governo teria que promover alterações no plano diretor que pudessem levar as pessoas para locais de residência mais próximos de seus respectivos empregos, ou o contrário.

SOBRE O BILHETE UNICO: Como sou apartidário, digo que o Bilhete Único foi uma grande evolução, porém devemos lembrar que por intriga política, mais uma vez, a integração dele com o restante da rede de transportes só foi feita na gestão do José Serra. Se ambos tivessem boa vontade, poderíamos ter tido essa integração anteriormente, o que traria um benefício real e ainda maior para toda a população.

Você esqueceu de dizer que a Marta Suplicy enfrentou uma séria crise nos transportes porque promoveu a reformulação do sistema, que foi bem feita, diga-se de passagem.

Mas, acabou mesmo com os tróleibus, prometendo substituí-los por ônibus híbridos, e na realidade, ela os substituiu por ônibus comuns a diesel.

Sobre São Bernardo: na “construção” (que construção? Cadê a obra?) tem dinheiro da prefeitura na elaboração do projeto executivo, só. O Restante seria executado pelo Estado.

6,7 milhões, é um número irreal! Saiba que o metrô transporta diariamente (todas as linhas) 3,4 milhões de passageiros. Sobre a operação, saiba que a operação do metrô é historicamente deficitária, e que esse lucro a qual você está se referindo NÃO EXISTE! O Dinheiro para a expansão sai dos cofres públicos. Sobre verbas federais, o Governo Federal tem OBRIGAÇÃO de contribuir mais com São Paulo, pois de acordo com a distribuição de verbas feitas pela União, recebemos de volta apenas 11% do valor que enviamos para o Gov.Federal.

trem e metrô e VLT são iguais, apenas o monotrilho tem diferença

Saiba que o sistema de tróleibus não é operado pelo GESP, é operado pela Metra, uma empresa concessionária, de propriedade da Sra.Bia Setti, mesma dona da Viação ABC. É a Metra que já deu sinal para o fim da integração gratuita, que é CONTESTADA pela EMTU, o órgão fiscalizador. Veremos onde isso vai acabar, mas saiba que nos terminais de S.Bernardo, era pra termos a MESMA INTEGRAÇÃO que os moradores de Diadema tem há anos, e NUNCA tivemos!

Sobre trens novos, mais uma vez você está equivocado!

Trens da CPTM novos estão rodando, eu os uso, e estão em TODAS as linhas. Vou te deixar um link para que você possa vê-los, já que parece não ser usuário do sistema:

http://www.cptm.sp.gov.br/e_frota/frota/default.asp

Peço para que veja os trens das séries 2000, 2070, 7000 e 7500
Foram entregues respectivamente em: 2000, 2008, 2010 e 2011. Todos são trens novos, não citei os que foram totalmente modernizados, que você também poderá ver no link com fotos, inclusive do interior, incluindo informações sobre as linhas em que eles operam.

Concluindo, esta foi a melhor colocação sobre os transportes públicos em São Bernardo do Campo, que serviu de “cala boca” a certos espertos e cortou a cabeça de certos trolls

Anúncios

Sobre saxmozartfaggi

Ciclista desde 1974, por gostar de ser ciclista, mas em minha cidade não era difícil percorrer 10 a 15km com montanhas que são predominantes, mas o único impecílio era a irresponsabilidade dos motoristas. Dá para se ir ao seu emprego de bike, basta apenas ter um pouquinho de tempo a mais e uma roupa para trocar. Muitos já trocaram o carro pela bike, por ser econômica, gasósa e academia, e por as vezes, serem melhores para estacionar e ir de um ponto a outro... isso é fato. Demoro 25min para chegar ao centro de SBC, mas depois que lá estou, qualquer caminho para mim é mais rápido do que um carro, menos perigoso que uma moto, isso é fato!
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para Trânsito em São Paulo

  1. Muito bom!
    Compartilhei em nosso perfil no Twitter.
    Grato.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s