Como a Holanda conseguiu as ciclovias de hoje?

Esperamos que muitas de nossas cidades esteja com olhos voltados para este caso, para este projeto…

Dia sem carro, o ciclismo era levado a sério, tentou aumentar as ruas, alargar para os carros, e não deu certo… só erros… Soluções políticas, planejamento é o que se pede atualmente, para que se tire o carro, colocando mais uma bicicleta nas ruas… Não iremos perder nada com isso, só temos a ganhar… vendo o vídeo terão uma outra concepção do que queremos e o que é, logicamente, para ser feito.

Não odiamos o carro, amamos a bicicleta!

http://youtu.be/BqhZMh6dQNM

Anúncios

Sobre saxmozartfaggi

Ciclista desde 1974, por gostar de ser ciclista, mas em minha cidade não era difícil percorrer 10 a 15km com montanhas que são predominantes, mas o único impecílio era a irresponsabilidade dos motoristas. Dá para se ir ao seu emprego de bike, basta apenas ter um pouquinho de tempo a mais e uma roupa para trocar. Muitos já trocaram o carro pela bike, por ser econômica, gasósa e academia, e por as vezes, serem melhores para estacionar e ir de um ponto a outro... isso é fato. Demoro 25min para chegar ao centro de SBC, mas depois que lá estou, qualquer caminho para mim é mais rápido do que um carro, menos perigoso que uma moto, isso é fato!
Esse post foi publicado em ciclovia, Dia Sem Carro, Esportes, Eurico Marto Rodrigues, Holanda, joão firmino, MOBILIDADE, morte, Rota Marcia Prado, são bernardo do campo. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s