Como poderia ser a visão de um diário de um Ciclista do ABC?

O Diário de uma ciclista paulistana me fez pensar o quão os problemas são idênticos , iguais a de muitos ciclistas, e digo, são as mesmas recomendações, as mesma batalhas, os mesmos portes de segurança e mesmo assim, somos em parte, considerado de uma classe que é ou seria perigosa a vida dele, ao do próximo…

Está certo que não existe muitos ciclistas pedalando por ai, na verdade a maioria dos cidadãos que moram em cidades como São Paulo, preferem os carros e transportes coletivos, por serem mais ágeis, confortáveis (uma gostosa ilusão)

10443362_789949347682366_3879452634467675853_n

Eu vou o meu serviço de bike, levo numa pedalada leve 25min, no mais tardar 40min, se eu pegar faróis fechados(eu respeito os faróis) em uma distância de 8Km… um ônibus, a partir que eu entre nele demorarei 30min, sem contar com o tempo que fico aguardando o ônibus por vir. E no entanto, ainda tem 800m a percorrer a pé e  bike é mais rápida nesse sentido.

O carro é complicado, além de gastar com gasolina, poluir o ar sofre o estresse do trânsito e ficam agressivos em sinais de parada obrigatória… a moto, no entanto é uma arma a pedestres desorientados que , só por estarem praticamente com os carros parados, os pedestres acham que podem passar pelo meio deles e é ai que surge uma vítima, a vítima  do descaso do pedestre em saber que alí, 20m tem uma faixa de pedestre, preferem passar pelo meio dos carros…

Não digo que os ciclistas estão certíssimos, longe de mim dizer isso, mas que os automotores e o pedestres erram bruscamente todos os dias, ahh isso o fazem todo o santo dia!

Sou ciclista, observo melhor a cidade, vejo buracos , pontos de possíveis colisões, vejo que uma arvore que estava naquele ponto, hoje não se encontra, vejo que uma estrada é boa e observo se uma ciclovia é realmente boa e se ela está sendo respeitada. Para se ter uma idéia, vejo mais cachorros com os donos na ciclovia do que bicicletas e isso não pode, vejo mais crianças nas ciclovia, a pé ou pessoas com fones de ouvido fazendo cooper, voltando da escola, do que bikes…. e diz a lei, “A ciclovia é de uso exclusivo de bikes, se a mesma não oferecer segurança, deve-se fazer uso das ruas”.

No caso em especial eu falo pela João Firmino em São Bernardo do Campo, não a uso por conter muitas pessoas andando, conter pessoas e pedestres e cães e mais, a velha correia nos cães… se um ciclista usa a ciclovia e depara derepente com correias, a coisa pode se tornar uma acidente, onde o animal se machuca, o ciclista se machuca, a pessoa que está segurando a correia se machuca. Nesta João Firmino, no Bairro Assunção, existem duas calçadas nas laterais de 2,5m cada uma, mas os pedestres sem consciência preferem a ciclovia, preferem se acidentar.

No meu diário eu poderia dizer que não me incomodo com inclinações, vou aos meus pontos de destino tranquilamente, o que me deixa furioso é carros entrando na minha frente sem pedir se quer permissão, sendo que eu estou na mão, estou correto e, pedestres que por vacilo colocam em risco crianças, atravessam  as ruas sem estar em faixa de pedestre e pior, sem estarem com sinal verde, bom para a travessia… os pedestres correm, e mal sabem que correm para a morte.

Na prefeitura já fui considerado como um herói do trânsito, fazer tudo correto e chegar onde devo sem gastar um tostão.

Hoje trabalho em um local que não tinha interesse em investir, porém minha ida e vinda, todos os dias de casa para o trabalho e vice versa, fez repensar que, um homem com quase 50 anos fazendo esta trajetória todos os dias, porque não um jovem possa adquirir este hábito saudável?

Em meu diário, escreveria também, aqui está um cara que conhece a cidade de onde vive, conhece os trajetos, os buracos, as pistas mal feitas, as praças lindas e as que foram lindas, mas faltam investimentos para sua manutenção.

Como vocês observam , não uso a bike apenas para o lazer, sendo que 70% dirão que é só para o lazer e 99,9% dentro da prefeitura dirão que é lazer… eu uso a bike para minha locomoção, uns 30Km no máximo, pois depois disso é lazer, é uma competição de você com seu corpo e sua bike tem que estar revisada.

Eu, sendo um das Escola Bike Anjo do ABC, insisto, a bike é o meio de transporte mais saudável que existe…

Anúncios

Sobre saxmozartfaggi

Ciclista desde 1974, por gostar de ser ciclista, mas em minha cidade não era difícil percorrer 10 a 15km com montanhas que são predominantes, mas o único impecílio era a irresponsabilidade dos motoristas. Dá para se ir ao seu emprego de bike, basta apenas ter um pouquinho de tempo a mais e uma roupa para trocar. Muitos já trocaram o carro pela bike, por ser econômica, gasósa e academia, e por as vezes, serem melhores para estacionar e ir de um ponto a outro... isso é fato. Demoro 25min para chegar ao centro de SBC, mas depois que lá estou, qualquer caminho para mim é mais rápido do que um carro, menos perigoso que uma moto, isso é fato!
Esse post foi publicado em Bernô Bikers, bike anjo, Bike Gost, Buracos nas Ruas, Caminho do Sal, ciclovia, Damas, Despreparo da GCM, Dia Sem Carro, ee kennidy, Eurico Marto Rodrigues, Ferrarezi, Giovanni Breda, Instituto CicloBr, justin bikes, Luiz Marinho, Massa Crítica, massa crítica abc, Massa Crítica Pacífica, MOBILIDADE, são bernardo do campo, Urban Velo SBC. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s